Nota de Repúdio

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou recentemente o aumento médio de 16% nas tarifas da Copel Distribuição (Copel Dis). Para os consumidores residenciais e de comércio de médio porte, o reajuste será de 15,13%. Já para os industriais e estabelecimentos de grande porte, o acréscimo será de 17,55%.

O Sincabima – Sindicato das Indústrias de Cacau e Balas, Massas Alimentícias e Biscoitos de Doces e Conservas Alimentícias do Paraná – considera abusivo o aumento anunciado pela distribuidora de energia elétrica supracitada, visto que a taxa supera os índices inflacionais calculados pelo IPCA (Indice de Preços ao Consumidor Amplo) para o mesmo período do ano passado. A decisão trará consequências negativas, podendo causar a perda de competitividade internacional, e com isso fragilizar ainda mais a industria nacional. Por se tratar do principal insumo usado pela maioria das empresas, a eletricidade pode representar mais de 40% dos custos de produção, e qualquer alteração tarifária provoca um forte impacto. Vale ressaltar que, desde 2013, a tarifa cobrada do setor subiu cerca de 80%, o que resultou no fechamento de inúmeras fábricas e a migração de outras para países vizinhos.

Casas da Indústria fortalecem associativismo

Fortalecer o associativismo, ampliar a união e representatividade do setor industrial em todo o Paraná e auxiliar as empresas na busca por mais competitividade. Esses são os objetivos das Casas da Indústria, espaços implantados pelo Sistema Fiep em cidades-polo do Estado para abrigar sindicatos filiados e aproximar ainda mais a entidade das empresas dos diferentes setores.

As Casas da Indústria adotam o conceito do coworking, com toda a infraestrutura, como salas de reuniões e auditórios, sendo compartilhada pelos sindicatos nelas instalados. Atualmente, essas estruturas estão presentes em 11 municípios do Paraná, abrangendo todas as regiões. São eles: Apucarana, Cascavel, Curitiba, Francisco Beltrão, Guarapuava, Irati, Londrina, Maringá, Pato Branco, Ponta Grossa e Rio Negro.

Leia a matéria completa aqui.

Publicado decreto que atualiza os valores das modalidades licitatórias

Foi publicado no Diário Oficial de 19/06/2018 o Decreto 9.412/18, que atualiza os valores das modalidades licitatórias, inalterados desde maio de 1998.

Com o novo Decreto os valores estabelecidos nos incisos I e II do art. 23 da Lei nº 8.666/93 passam a ser:

ATUALIZAÇÃO DO DECRETO 9.412/2018
Modalidade Obras e serviços de engenharia Demais compras e serviços
CONVITE até R$ 330.000,00 (trezentos e trinta mil reais) até R$ 176.000,00 (cento e setenta e seis mil reais)
TOMADA DE PREÇOS até R$ 3.300.000,00 (três milhões e trezentos mil reais) até R$ 1.430.000,00 (um milhão, quatrocentos e trinta mil reais)
CONCORRÊNCIA acima de R$ 3.300.000,00 (três milhões e trezentos mil reais) acima de R$ 1.430.000,00 (um milhão, quatrocentos e trinta mil reais)

As alterações, por consequência, refletirão nas hipóteses de dispensa de licitação em razão do valor, conforme estabelecido nos incisos I e II do art. 24 da Lei 8.666/93.

Assim, desde que atendidos os requisitos legais, será permitida a contratação direta para obras e serviços de engenharia com valores até R$ 33.000,00 (trinta e três mil reais). Para os demais serviços e compras, a dispensa de licitação poderá ser realizada até o limite de R$ 17.600,00 (dezessete mil e seiscentos reais).

O Decreto nº 9.412/2018 entrará em vigor após 30 dias a contar da data da publicação.

Por Camila Balbinot – De Paola e Panasolo Advogados.

La Violetera investe no segmento de snacks saudáveis

Parceria com o Sincabima soma 25 anos

A La Violetera, associada ao Sincabima, lançou recentemente uma nova linha de snacks saudáveis, a VC+. Composta por quatro opções de mixes de frutas, a VC+ La Violetera surgiu após dois anos de pesquisas, e traz o conceito de lanche rápido e funcional para um nicho de mercado que vem crescendo. As embalagens também foram desenvolvidas com um design moderno e  uma comunicação jovem, rápida e intuitiva, que facilita  a escolha do produto dentro daquilo que o consumidor deseja para a sua rotina.

Além dos novos produtos, a marca também tem trabalhado o seu reposicionamento no mercado. Com investimento de R$1 milhão, a marca está ampliando seus canais de venda, tanto que os produtos da linha VC+ também poderão ser encontrados em farmácias e lojas de conveniência. A expectativa é que, até o fim do ano, a linha V+ alcance um faturamento de R$4 milhões.

Para Luana Duvaresch, Gerente de RH da La Violetera, a parceria de 25 anos da marca com o Sincabima traz muitos benefícios: “O Sincabima nos permite ter acesso às práticas de outras empresas em diversas áreas, oferece cursos específicos voltados para o nosso segmento, além de nos deixar alinhados com mudanças importantes de legislação e do setor no qual atuamos. Além disso, o sindicato nos apoia em projetos de impacto ao meio ambiente e negócios, como é o caso de logística reversa”, diz.

Sincabima promove Treinamento de Embalagens Flexíveis

O Sincabima promoveu no dia 14 de junho o Treinamento de Embalagens Flexíveis. Ministrado pela engenheira de alimentos Maria Hosken Caldas Rodrigues, o curso teve como objetivo apresentar a importância deste tipo de produto para o setor alimentício, bem como os cuidados que devem ser tomados para sua utilização.

Durante o encontro foram abordados tópicos como: as propriedades de cada material, sua interação com o produto, legislação brasileira, laudos de migração, PET PCR e detalhes para uma boa relação com o fornecedor.