Rota Estratégica da Indústria Agroalimentar traça novos caminhos

Documento foi lançado durante o 1º Encontro Paranaense da Indústria de Alimentos, em Curitiba

Aconteceu em outubro o 1º Encontro Paranaense da Indústria de Alimentos. Promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), o evento teve o apoio do Sincabima – Sindicato das Indústrias de Cacau e Balas, Massas Alimentícias e Biscoitos, de Doces e Conservas Alimentícias do Estado do Paraná – e promoveu um rico debate acerca das dificuldades e tendências do setor.

Voltado para empresas e profissionais da área alimentícia, o 1º Encontro Paranaense da Indústria de Alimentos trouxe um trabalho resultante de anos de pesquisa e estudo: A Rota Estratégica da Indústria Agroalimentar. Contendo as principais observações e priorizações a serem realizadas até o ano de 2031, o documento foi construído de forma coletiva, e traça as diretrizes para um mercado mais competitivo e sustentável.

De acordo com Rommel Barion, presidente do Sincabima, é preciso estar preparado para atender às novas demandas e compreender as novas formas de venda. “O Sincabima fica muito satisfeito em participar como apoiador e articulador de um evento como esse. O setor alimentício gera mais de 180 mil empregos formais e é imprescindível que nós, da indústria, estejamos conectados com tudo o que acontece no mundo para podermos promover o aquecimento do mercado de forma sustentável e responsável”, diz.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *